Acidentes de viação causam morte de nove pessoas em 24 horas

Aristófanes dos Santos- Porta Voz do Comando Geral da Policia Nacional (Foto: Angop)
Aristófanes dos Santos- Porta Voz do Comando Geral da Policia Nacional (Foto: Angop)
Aristófanes dos Santos- Porta Voz do Comando Geral da Policia Nacional (Foto: Angop)

Nove pessoas morreram e 41 outras ficaram feridas na sequência de 41 acidentes de viação, notificadas pela Polícia de Trânsito, nas últimas 24 horas, no país, disse à Angop o porta-voz da corporação, comissário Aristófanes dos Santos.

De acordo com o responsável, em relação ao mesmo período anterior houve um aumento de 13 acidentes, oito mortos e 13 feridos, entre ligeiros e graves.

Destacou o acidente em que uma viatura ligeira embateu contra um camião das Forças Armadas Angolanas, que se encontrava estacionado, na via expressa no sentido Benfica/Cacuaco, causando duas vítimas mortais e ferimentos graves a outros dois, todos efectivos da Polícia Nacional, colocados na Brigada Especial de Trânsito (BET).

O excesso de velocidade, condução em estado de embriagues, não observância das regras de trânsito e a falta de prudência por parte de automobilistas e peões, foram apontados como as principais causas dos acidentes que caracterizaram em choques entre veículos, motociclos, obstáculos fixos e atropelamentos.

A Polícia Nacional registou, igualmente, 68 crimes de natureza diversa, mais 19 em relação ao dia anterior e detidos preventivamente 41 supostos criminosos.

Os maiores índices registaram-se em Luanda com delitos, oito na Huíla, sete no Huambo, bem como seis na Lunda Sul seis, Malanje e Cuanza Norte ambas com cinco.

O porta-voz destacou entre os crimes, os homicídios voluntários, frustrado, roubos de artigos diversos e valores monetários, ofensas corporais, violações sexuais e furtos.

Destacou na cidade de Saurimo, província da Lunda Sul, um homicídio por disparos com arma de fogo, praticado por um homem em fuga, protecção física de um estaleiro, contra outro de 29 anos de idade, quando pretendia assaltar o empreendimento privado.

“ A polícia registou também um homicídio frustrado, com arma branca (faca) praticado por um homem de 54 anos de idade contra um jovem de 19, por se terem desentendido, em casa, no distrito urbano da Maianga, em Luanda”, adiantou.

Destacou igualmente o roubo de Akz. 2.814.999.00, em uma Casa de Câmbio, protagonizado por três homens não identificados, depois de terem surpreendido a balconista no distrito urbano da Ingombota .

No distrito da Maianga, quatro homens não identificados roubaram 15 mil dólares e 103 mil Kwanzas e seis telemóveis, na residência de um cidadão maliano. Quanto a operação “Intermitente ”, registou-se o repatriamento de 112 cidadãos de nacionalidades diversas, a saída voluntária de 155 cidadãos da Republica Democrática do Congo, na Lunda Norte, Cabinda, Uige e Malange.

Na Santa Clara, província do Cunene, fronteira sul com a Republica da Namíbia procedeu-se a apreensão de Kz.857.050,00, em posse de três cidadãos nacionais, quando pretendiam transpor para o país vizinho. (portalangop.co.ao)

SEM COMENTÁRIO

DEIXE UMA RESPOSTA