Visita a Centro de Medicamentos

Vice-presidente Manuel Domingos Vicente (Foto: Angop)

O Vice-Presidente da República, Manuel Vicente, deslocou-se, ontem, ao Centro cubano de Controlo Estatal de Qualidade dos Medicamentos (CECMED), no quadro da sua visita oficial à Cuba, iniciada no domingo.

Vice-presidente Manuel Domingos Vicente (Foto: Angop)
Vice-presidente Manuel Domingos Vicente (Foto: Angop)

Acompanhado do ministro da Saúde, José Van-Dúnem e de outros membros da sua delegação, Manuel Vicente visitou demoradamente as instalações do CECMED, que é a autoridade reguladora de medicamentos do país e encarregada da promoção e protecção da saúde pública.

O Centro cubano de Controlo Estatal de Qualidade dos Medicamentos tem funções de controlo de acesso a laboratórios, registo de medicamentos, equipamentos e dispositivos médicos, ensaios clínicos, vigilância pós-comercialização, inspecção de boas práticas e outorga de licenças a estabelecimentos hospitalares.

A Saúde, a par da Educação, constitui prioridade na cooperação entre Angola e Cuba.

O “Parque dos Precursores Africanos” foi visitado, ontem, pelo Vice-Presidente da República, que   rendeu homenagem a todos os líderes que contribuíram para a descolonização do continente africano. O parque possui imagens em bronze de 16 líderes que lutaram contra o colonialismo e pela unidade de Africa.

A primeira imagem surgida no local foi a de António Agostinho Neto, primeiro Presidente de Angola. A imagem, trazida de Angola, foi colocada no Parque em Setembro de 2000.
É tradição que Chefes de Estado, ministros e políticos africanos que visitam Cuba rendam homenagem aos seus precursores neste parque.

O Vice-Presidente da República depositou uma coroa de flores no monumento ao Herói Nacional cubano, José Martí, e visita hoje  o panteão dos internacionalistas cubanos tombados em Angola, e a Zona Especial de Desenvolvimento de Mariel, de que o Governo de Cuba espera um investimento significativo de Angola.

A embaixadora de Cuba em Angola, Gisela Garcia, disse esperar que a visita do Vice -Presidente da República a Mariel possa contribuir para acelerar esse investimento. “Esperamos que esta visita possa ter um interesse mais concreto da parte angolana”, sublinhou a embaixadora.

Exploração de petróleo

A cooperação entre Angola e Cuba na área da exploração de petróleo vai conhecer outra dinâmica, disse o secretário de Estado das Relações Exteriores.

Manuel Augusto referiu que a petrolífera angolana  Sonangol está neste momento em Cuba como um “potencial parceiro” na exploração dos blocos que o país das Caraíbas licitou há já algum tempo e para os quais está aberta à recepção de propostas com vantagens mútuas.

“Não é segredo para ninguém que temos uma cooperação crescente com Cuba na área dos petróleos e que essa cooperação vai conhecer novos níveis, principalmente na exploração”, disse o secretário de Estado das Relações Exteriores, que considerou a cooperação entre Angola e Cuba nesta área como um “marco fundamental” nas relações bilaterais,  e “conformação de que, para além da vontade política, existe potencial para aumentar e reforçar essa cooperação em diversos domínios”.
A ter sucesso a exploração de petróleo em Cuba  significa uma mudança   radical na vida do país, referiu o secretário de Estado das Relações Exteriores, precisando que é com “muito orgulho” que Angola dá a sua participação para que isso aconteça. Manuel Augusto afastou a hipótese da cooperação entre os dois países poder vir a ser afectada pela crise económica e financeira internacional, referindo que existe vontade política para reforçar as relações entre Luanda e Havana.
Admitiu, no entanto, que “o realismo aconselha a que se faça o balanço e uma adequação das prioridades para que, mantendo-se o fluxo da cooperação, ela não colida com a realidade económica dos dois países”.
Angola e Cuba estabeleceram relações diplomáticas  em 1975. Um ano depois, foi assinado o Acordo Geral de Cooperação e foram eleitas a  Saúde e a Educação como áreas prioritárias.  Depois evoluiu para a Cultura, Desportos, Indústria, Construção Civil e Obras Públicas, Transportes Marítimos, Pescas, Geologia e Minas, Petróleos, Turismo e Rádio e Televisão. (jornaldeangola.com)

SEM COMENTÁRIO

DEIXE UMA RESPOSTA