Vice-Presidente de Angola recebe em audiência chefias militares da CPLP

Foto em família dos Chefes dos Estados Maiores Generais das Forças Armadas da CPLP (Foto: Pedro Parente)
Manuel Vicente, Vice-Presidente da República (centro), recebe Chefes dos Estados Maiores Generais das Forças Armadas da CPLP (Foto: Pedro Parente)
Manuel Vicente, Vice-Presidente da República (centro), recebe Chefes dos Estados Maiores Generais das Forças Armadas da CPLP (Foto: Pedro Parente)

O Vice-Presidente da República, Manuel Domingos Vicente, recebeu nesta quarta-feira, em audiência, os Chefes do Estado-Maior General das Forças Armadas (CEMGFA) da Comunidade dos Países de Língua Portuguesa (CPLP), num encontro de cortesia que antecede a XVII reunião dos CEMGFA.

Trata-se de um encontro habitual sempre que se realiza uma reunião de Chefes do Estado-Maior da CPLP, afirmou à imprensa, no final da audiência, o Chefe do Estado-Maior General das Forças Armadas Angolanas (FAA), Geraldo Sachipengo Nunda.

Nestas ocasiões, segundo Geraldo Sachipengo Nunda, pedimos ao Estado anfitrião a oportunidade de apresentarmos cumprimentos de cortesia ao Chefe de Estado do país que acolhe o encontro.

Foi neste contexto que o Presidente da República, José Eduardo dos Santos, delegou o Vice-Presidente, Manuel Domingos Vicente, a receber os cumprimentos de cortesia em nome do Estado angolano.

O Chefe do Estado-Maior Conjunto das Forças Armadas do Brasil, José Carlos de Nardi, que integrou a delegação, destacou, no final do encontro, o regresso à organização da Guiné-Bissau e a integração da Guiné Equatorial, novo membro da comunidade.

O regresso (da Guiné-Bissau) vai permitir maior troca de pontos de vista sobre questões relacionadas com a segurança dos países da comunidade, afirmou o Chefe do Estado-Maior General das Forças Armadas da Guiné-Bissau, Biaguê Na Ntan.

Sobre a reunião de Luanda, a XVII dos CEMG das forças armadas da comunidade, o Tenente General Olímpio Cambona, Vice-Chefe do Estado-Maior General das Forças Armadas de Defesa de Moçambique, disse ser uma oportunidade para acertar pontos de vistas e traçar ideias para os próximos dois anos.

Para a XVII reunião dos CEMG das forças armadas dos da Comunidade dos Países de Língua Portuguesa, que Luanda acolhe de 7 a 8 do mês em curso, estão na capital angolana representantes de Angola, Brasil, Cabo Verde, Guiné-Bissau, Guiné Equatorial, Moçambique, São Tomé e Príncipe, Timor-Leste e Portugal. (portalangop.co.ao)

SEM COMENTÁRIO

DEIXE UMA RESPOSTA