Vasco Lourenço: Costa deve afastar “indivíduos que praticaram corrupção”

(LUSA)
(LUSA)
(LUSA)

O presidente da Associação 25 de Abril, Vasco Lourenço, considera ser imperativo que António Costa se afaste de “indivíduos que praticaram corrupção” em Portugal.

Em entrevista à Antena 1, Vasco Lourenço defendeu que o secretário-geral do Partido Socialista deve tomar a corrupção como “pedra de toque” e, para isso, “acabar com as ligações a indivíduos que praticaram corrupção no país”.

“De uma maneira geral, é evidente que a prática do PS nos últimos tempos, enquanto esteve no Governo, ajudou a que a corrupção estivesse na origem da crise em que nós caímos. É suposto que ele mostre claramente que não se deixa rodear de pessoas com telhados de vidro muito grandes em relação ao passado”, afirmou.

Na mesma entrevista, a transmitir hoje, o presidente da Associação 25 de Abril manifestou o seu apoio a Sampaio da Nóvoa como candidato à presidência da República, dizendo esperar que este se transforme “no candidato que une a esquerda” e que “possa ganhar à primeira volta contra qualquer candidato da direita, seja ele quem for”.

À direita, Vasco Lourenço lança críticas a Marcelo Rebelo de Sousa, afirmando que, caso o comentador político avance oficialmente como candidato, os portugueses têm de escolher se querem “ter uma pessoa séria como titular do cargo de Presidente da República ou querem ter um vendedor de banha de cobra”.

“Pela prática dele é assim que o vejo, muda permanentemente de opinião de acordo com os interesses ocasionais, tem tido essa prática ao longo da vida”, concluiu. (noticiasaominuto.com)

por Lusa

DEIXE UMA RESPOSTA