Universidade Católica de Angola iniciou em Março primeiro curso de Mestrado Científico

Universidade Católica de Angola (Foto: UCAN)
Universidade Católica de Angola (Foto: UCAN)
Universidade Católica de Angola
(Foto: UCAN)

A Faculdade de Economia e Gestão da Universidade Católica e a Norwegian School of Economics deram início a 2 de Março de 2015, ao primeiro curso de Mestrado Científico, com duração de 24 meses.  O Mestrado oferece duas especializações com vinte lugares cada uma, sendo a primeira de Economia e Gestão de Energia e a segunda em Economia do Desenvolvimento. É ministrado em 4 horas lectivas (das 15 às 19 horas), em regime intensivo e presencial.

O objectivo da formação é “motivar os estudantes a pensar de forma crítica sobre os problemas do desenvolvimento económico e da gestão dos recursos energéticos, preparando-os, enquanto economistas, para uma vida profissional competente e humanista”, pode ler-se na brochura informativa. Os beneficiários deste curso ficam habilitados a desenvolver competências para a melhor “compreensão das economias reais e  para o manuseamento das técnicas modernas de investigação académica”, além  do domínio de  técnicas quantitativas de análise e investigação no ramo da economia aplicada. Saídas profissionais: ONG´s, administração pública, organismos económicos e financeiros internacionais, indústria, energia, recursos naturais, gabinetes de estudos e consultoria, ou ainda instituições académicas ligadas ao ensino e investigação.

A propina é equivalente a 500 dólares mensais paga trimestralmente. (portaldeangola.com)

PROCESSO DE SELECÇÃO

Qualquer estudante que se candidate ao programa de Msc em Economia do Desenvolvimento e Economia da Gestão da Energia passará por um processo rigoroso e transparente de selecção. O estudante, para se candidatar, deve reunir o seguinte conjunto de requisitos: a) Possuir licenciatura em ECONOMIA ou GESTÃO com média igual ou superior a 13 valores; b) Ter domínio escrito e falado da língua inglesa; c) Apresentar 2 cartas de recomendação (sendo pelo menos uma delas Académica); d) Efetuar o pagamento de uma taxa de inscrição de 25 mil Kwanzas (não reembolsável); e) Preencher o formulário de candidatura ao Mestrado; f) Entregar 2 fotografias tipo passe; g) Entregar uma versão recente do CV; h) Disponibilidade para uma entrevista pessoal de avaliação do perfil do candidato. Os candidatos que não possuam os requisitos acima não poderão ser admitidos para o programa. Os candidatos que não detenham uma licenciatura em Economia ou Gestão dificilmente serão aceites para o programa, exceptuando aqueles que detenham uma formação sólida em engenharia ou matemática. Alguma habilidade matemática e quantitativa é necessária e, além disso, a experiência profissional será igualmente valorizada.

 

(D.R.)
(D.R.)

ESTRUTURA & DOCENTES

O Msc em Economia e Gestão da Energia e Economia do Desenvolvimento é um novo programa de mestrado científico introduzido pela Universidade Católica de Angola em parceria com a conceituada Norwegian School of Economics (NHH). Estamos na presença de um programa pioneiro em Angola a nível universitário, congregando uma selecção de especialistas com elevado reconhecimento internacional em áreas relacionadas com a economia da energia e o desenvolvimento económico. As cadeiras do mestrado serão portanto leccionadas em inglês ou em português, o que por si só já constitui um feito inédito. (ucan)

 

 

 

SEM COMENTÁRIO

DEIXE UMA RESPOSTA