TAP: Pilotos ameaçam avançar com mais greves

(diariodigital.sapo.pt)
(diariodigital.sapo.pt)
(diariodigital.sapo.pt)

Os pilotos da TAP admitiram segunda-feira prolongar a greve além dos dez dias previstos, durante uma sessão de esclarecimento na sede do Sindicato dos Pilotos da Aviação Civil (SPAC).

Para 10 de Maio está agendada uma nova assembleia-geral para discutir «novas formas de luta», se não se alcançar até essa data um acordo entre as três partes (pilotos, Governo e administração da TAP).

Se houver uma nova greve, esta terá que ser feita com dez dias de antecedência cumprindo os prazos legais e através da entrega de um pré-aviso de greve.

O prolongamento seria possível devido ao fundo de greve existente que permite aos pilotos suportar «mais de» 15 dias de paralisação, segundo o Diário Económico.

Cinco dias depois, a 15 de Maio, termina o prazo final para a entrega das propostas vinculativas para a compra da TAP.

Os pilotos convocaram uma greve para o período entre 1 e 10 de Maio por considerarem que o Governo não está a cumprir o acordo assinado em Dezembro de 2014, nem um outro, assinado em 1999, que lhes dava direito a uma participação de até 20% no capital da empresa no âmbito da privatização.

O Governo estima um prejuízo de 10 milhões de euros nos primeiros três dias da greve. Dez dias de paralisação devem representar um prejuízo de 30 milhões, afirmou o secretário de Estado dos Transportes na segunda-feira, apelando ao sindicato pata que desconvoque a greve. (diariodigital.sapo.pt)

SEM COMENTÁRIO

DEIXE UMA RESPOSTA