Senadores democratas bloqueiam iniciativa de Obama para acelerar acordos comerciais

O presidente Barack Obama, em Washington, DC, no dia 12 de maio de 2015 (Foto: NICHOLAS KAMM/AFP)
O presidente Barack Obama, em Washington, DC, no dia 12 de maio de 2015 (Foto: NICHOLAS KAMM/AFP)
O presidente Barack Obama, em Washington, DC, no dia 12 de maio de 2015 (Foto: NICHOLAS KAMM/AFP)

Os senadores democratas do Congresso americano bloquearam nesta terça-feira uma iniciativa do presidente Barack Obama, para que negociasse com mais facilidade acordos de livre-comércio – especialmente com a região Ásia-Pacífico.

Por 52 votos contra 45, os senadores pronunciaram-se contra a abertura do debate sobre uma proposta de lei que pretendia criar um procedimento mais rápido, conhecido como “fast-track”, que busca impedir o Congresso de modificar os acordos comerciais negociados pelo presidente. Eram necessários 60 votos para iniciar o debate.

Todos os democratas votaram contra a iniciativa promovida pelo presidente democrata, que nesse caso foi respaldado pela oposição republicana.

O voto desta terça-feira não elimina por completo a análise da questão, que poderá voltar à votação por iniciativa dos republicanos. Dificilmente, porém, isso acontecerá antes de Junho.

Esse episódio revela a extensão da hostilidade, nas fileiras do partido do presidente, contra a liberalização do intercâmbio comercial. Obama espera conseguir concluir essa negociação com os 11 países da região Ásia-Pacífico, por meio do Acordo de Parceria Transpacífico (TPP, na sigla em inglês), antes do término de seu mandato.

“O que acabamos de ver é bastante chocante”, disse o líder da maioria republicana no Senado, Mitch McConnell. (afp.com)

SEM COMENTÁRIO

DEIXE UMA RESPOSTA