Seis responsáveis da FIFA detidos em Zurique suspeitos de terem recebido 100 milhões em “luvas”

(euronews.com)

Seis responsáveis da FIFA foram detidos esta manhã em Zurique, por acusações de corrupção, antes do início da reunião anual da federação internacional de futebol.

(euronews.com)
(euronews.com)

Os seis homens foram interpelados pela polícia suíça num hotel de cinco estrelas da cidade e poderão ser extraditados para os Estados Unidos, que lideram a investigação.

(Atualização: A FIFA convocou uma conferência de imprensa para as 11h00CET – menos uma hora em Lisboa, que vai ser acompanhada, em direto pela euronews)

No total serão 14 os responsáveis da FIFA visados pelo inquérito sobre contratos de difusão de jogos de futebol, assim com o a concessão dos campeonatos do mundo, nos últimos vinte anos.

Segundo a justiça suíça, os seis detidos, a maioria provenientes de países latino-americanos , são acusados de terem recebido mais de 100 milhões de dólares em “luvas”, nomeadamente em contratos relacionados com campeonatos de futebol na América Latina.

Segundo a imprensa norte-americana, o atual presidente da FIFA, Sepp Blatter, que se apresenta esta sexta-feira a um quinto mandato, não se encontra entre os suspeitos, mas poderia ser igualmente visado pela investigação.

O dinheiro do alegado esquema de corrupção teria transitado por bancos norte-americanos. O tribunal de Brooklyn que lidera a investigação deverá anunciar esta tarde, por volta das 15h30 (hora portuguesa), as acusações contra os mais de uma dezena de suspeitos.

Os jornalistas do New York Times na cidade suíça, difundiam estas imagens das detenções, esta manhã, num hotel de cinco estrelas da cidade. (euronews.com)

SEM COMENTÁRIO

DEIXE UMA RESPOSTA