Russos detidos em Donbass vão a julgamento

(AP Photo/ Markian Lubkivskyi)
(AP Photo/ Markian Lubkivskyi)
(AP Photo/ Markian Lubkivskyi)

O representante do estado maior das Forças Armadas ucranianas, Vladislav Seleznev, afirmou que a culpa dos cidadãos russos capturados na província de Lugansk será determinada nos tribunais.

“Seja quem for, deve responder à legislação vigente… Actualmente os investigadores estão estudando a participação desses cidadãos da Rússia no assassinato (do qual são suspeitos). Em breve, as testemunhas serão ouvidas, e o juiz e o tribunal decidirão o destino dos suspeitos”, disse Seleznev ao canal Hromadske TV.

Kiev informou anteriormente que em 16 de Maio conseguiu capturar os dois soldados supostamente russos. As autoridades da autoproclamada República Popular de Lugansk declararam que ambos são combatentes das milícias populares: Yevgeny Yerofeyev e Alexander Alexandrov foram feridos e capturados pelo exército ucraniano.

O Ministério da Defesa russo, por sua vez, declarou que os dois são realmente cidadãos russos, mas não pertencem às Forças Armadas do país. O representante do Departamento de Estado americano Jeff Rathke pediu que ambos sejam tratados de forma humana.

“Independentemente das acusações contra os capturados, esperamos um tratamento humano a todos os prisioneiros, seja por parte dos separatistas, das autoridades ucranianas ou russas”, afirmou Rathke. (sputniknews.com)

SEM COMENTÁRIO

DEIXE UMA RESPOSTA