Ressaltada importância do amor ao próximo

Dom Francisco Viti - Arcebispo Emerito (Foto: Valentino Kulivela Yequenha)
Dom Francisco Viti - Arcebispo Emerito (Foto: Valentino Kulivela Yequenha)
Dom Francisco Viti – Arcebispo Emerito (Foto: Valentino Kulivela Yequenha)

A importância do amor ao próximo na edificação de uma sociedade mais justa foi ressaltada sábado, na cidade do Huambo, pelo arcebispo emérito da Igreja Católica na província do Huambo, dom Francisco Viti.

Discursando no culto ecuménico de pacificação dos espíritos para a consolidação da paz e harmonia nacional, promovido pela Amangola, dom Francisco Viti afirmou que sem amor ao próximo não se pode edificar uma sociedade justa e harmoniosa.

“Devemos cultivar o sentimento de amor ao próximo entre nós, pois que sem ele tudo que fizermos será em vão. Nem as riquezas, nem os poderes públicos e muito menos os maiores cientistas salvarão o mundo, se não o verdadeiro amor que deve reinar entre os angolanos”, ressaltou.

O arcebispo emérito da Igreja Católica na província do Huambo referiu que este sentimento, baseado na verdade, é a luz, a base dos caminhos para a vida, segurança do progresso e da paz entre os homens.

Dom Francisco Viti realçou, na sua alocução, a necessidade dos angolanos serem defensores da paz e da verdade, para que a pátria seja cada vez mais digna, forte e sólida.

Condenou os actos que perturbam a paz, a unidade e a reconciliação nacional, apelando os angolanos a colocarem a sua capacidade ao serviço do país, apoiando-se mutuamente, sem sabotagem e respeito pelas autoridades do país. (portalangop.co.ao)

SEM COMENTÁRIO

DEIXE UMA RESPOSTA