Quatro grupos armados de Misrata anunciam sua adesão ao diálogo e à paz na Líbia

(D.R)

Várias brigadas armadas de Misrata (220 quilometros a leste de Tripoli), cidade de origem da maioria dos combatentes das  milícias Fajr Libya que controlam  a capital líbia, Tripoli, anunciaram a sua adesão a uma trégua e ao processo em curso de diálogo e reconciliação no país, segundo os jornais líbios desta quarta-feira.

 (D.R)
(D.R)

Trata-se das Brigadas “Al-Halboss”, “al-Mahjoub”, “Hattin” e do “Batalhão 166”, que prometeram,  numa declaração conjunta,  terça-feira, entrar em contacto com todas as frentes e instituições oficiais e civis que desejam  a paz e o diálogo para acabar com  os combates.

O comunicado destaca que esses esforços positivos começaram num certo número de regiões em que  estão presentes essas  Brigadas tais como  Barak al-Chatti  (sul), Ouerchefana (oeste) e o Crescente Petrolifeiro  (leste),  onde travam combates contra unidades do Exército líbio.

Os membros dessas brigadas indicaram no seu comunicado, tal como eles estiberam na vanguarda das fileiras dos combatentes no campo de batalha, eles vão estar agora na vanguarda da paz e duma parte da solução, afirmando que eles vão reagir vigorosa e implacavelmente contra qualquer pessoa  que tenta de desestabilizar o diálogo e a paz no país.

Estes grupos armados também declararam o seu apoio ao Conselho municipal que é o legítimo e único representante  da cidade, chamando todos os revolucionários a respeitarem  o conteúdo do comunicado.

Estas Brigadas prometeram tomar a iniciativa de uma reafetação de formações armadas e o reforço  das instituções do Exército e da Polícia bem como ativar as instituções  judiciárias e a luta contra o terrorismo e a imigração ilegal. (panapress.com)

SEM COMENTÁRIO

DEIXE UMA RESPOSTA