PT processa angolana Unitel

(D.R.)
(D.R.)
(D.R.)

O facto da PT Ventures não ter nenhum administrador na Unitel desde Outubro de 2012 é um dos motivos a justificar os três processos movidos contra a operadora angolana, explica o Diário Económico.

A PT Ventures avançou com três processos em tribunal contra a operadora angolana Unitel. O tema é manchete na edição desta segunda-feira, 25 de Maio, do Diário Económico. A PT Ventures era a entidade accionista da Unitel antes desta passar para a Oi.

Citando um documento entregue ao regulador do mercado norte-americano, o jornal concretiza assim que há novos desenvolvimentos no braço-de-ferro entre a PT e Isabel dos Santos.

Um dos processos diz respeito às decisões de investimento no Zimbabué e a um estudo para implementar uma reorganização corporativa na Unitel.

Também o facto da PT Ventures não ter nenhum administrador na Unitel desde Outubro de 2012 representou motivo para uma acção judicial.

O Diário Económico recorda ainda que a PT está envolvida em vários processos judiciais relativos às suas participações africanas. (jornaldenegocios.pt)

SEM COMENTÁRIO

DEIXE UMA RESPOSTA