Presidente do Burundi ignora pressão e apresenta candidatura

O presidente do Burundi, Pierre Nkurunziza (Foto de FRANCOIS GUILLOT/AFP)
O presidente do Burundi, Pierre Nkurunziza (Foto de FRANCOIS GUILLOT/AFP)
O presidente do Burundi, Pierre Nkurunziza (Foto de FRANCOIS GUILLOT/AFP)

O presidente do Burundi, Pierre Nkurunziza, apresentou oficialmente nesta sexta-feira sua candidatura a um terceiro mandato na eleição de Junho, apesar dos protestos e da pressão crescente da comunidade internacional.

Ao chegar no início da tarde na sede da Comissão Eleitoral Nacional Independente (Céni), em Bujumbura, o chefe de Estado prometeu que as manifestações, que se tornaram – segundo ele – uma “insurreição”, serão “controladas em breve” e que as eleições “vão acontecer”.

Um dos principais opositores a este terceiro mandato, Pacifique Nininahazwe, personalidade de sociedade civil, reagiu afirmando “que não é o momento de parar as manifestações”, criticando o chefe de Estado por não se preocupar com “o sangue derramando em razão de sua decisão”.

Os adversários de Nkurunziza alegam que sua reeleição viola a Constituição do país, e afirmam que o presidente tem a intenção de modificar a Carta Magna para suprimir a limitação de duração do exercício do poder.

Desde 26 de Abril, o país é varrido por manifestações, que têm sido violentamente reprimidas pelas autoridades. Até o momento, 18 pessoas morreram em meio à violência. (afp.com)

SEM COMENTÁRIO

DEIXE UMA RESPOSTA