Outro forte terramoto no Nepal provoca pânico na capital

Hospital de Katmandu leva pacientes em macas para as ruas da (Foto: Prakash Mathema / AFP Photo)
Hospital de Katmandu leva pacientes em macas para as ruas da (Foto: Prakash Mathema / AFP Photo)
Hospital de Katmandu leva pacientes em macas para as ruas da (Foto: Prakash Mathema / AFP Photo)

Um novo e forte terremoto de magnitude de 7,4 atingiu o Nepal nesta terça-feira (12), informa o Serviço Geológico dos Estados Unidos (USGS), instituto que regista os tremores pelo mundo. O terramoto provocou pânico nos moradores e trabalhadores, especialmente na capital Katmandu, onde as pessoas saíram a correr para as ruas.

O sismo desta terça-feira matou 4 pessoas em Chautara, cidade em que vários edifícios já danificados ruíram, informou um porta-voz da Organização Internacional para as Migrações (OIM). “A situação em Chautara é que vários edifícios na cidade entraram em colapso”, afirmou o porta-voz Paul Dillon. “Há quatro mortes”, acrescentou.

A OIM, um grupo intergovernamental, mobilizou equipe para Chautara após o devastador terremoto de 25 de Abril. Chautara é a capital do distrito de Sindhupalchowk, que sofreu o maior número de mortos no terramoto de magnitude 7,8 do mês passado.

O país ainda não se recuperou do potente sismo de 25 de Abril, de magnitude 7,8. O forte terramoto matou mais de 8 mil pessoas, deixando mais de 17.800 feridos e destruiu milhares de imóveis e monumentos. A destruição foi tamanha que o Nepal ainda continua a contar mortos e a buscar por desaparecidos.

O Ministério do Interior confirmou no Twitter o forte terramoto desta terça-feira. As autoridades nepalesas indicaram, ao contrário da USGS, que a magnitude do sismo foi de 7,1.

O terramoto desta terça estremeceu o acampamento base para o Evereste. Foi registado a 68 km a oeste da cidade de Namche Bazar, perto do Monte Evereste. Ondas de choque foram sentidas em todo o norte da Índia e em Bangladesh. (g1.globo.com)

SEM COMENTÁRIO

DEIXE UMA RESPOSTA