Munícipes de Viana aconselhados a encaminhar familiares com tuberculose aos centros de saúde

Atendimento de um doente com tuberculose (Foto: FRANK BEU)
Atendimento de um doente com tuberculose (Foto: FRANK BEU)
Atendimento de um doente com tuberculose (Foto: FRANK BEU)

As pessoas que padecem de tuberculose no município de Viana devem ser encaminhadas para as unidades sanitárias da circunscrição com sala de tisiologia, para se controlar a enfermidade e evitar o contágio dos demais membros da família, aconselhou hoje, terça-feira, a enfermeira do Centro de Saúde Ana Paula, Paulina Kassongo.

Em declarações à Angop, Paulina Cassongo adiantou que neste tipo de enfermidades “a prevenção é o método mais eficaz para se evitar o contágio da infecção aos membros da família”.

Adiantou que a unidade sanitária realiza ao longo do ano palestras para esclarecer os doentes sobre a patologia, como se transmite, a discriminação em relação às pessoas infectadas, como evitar o contágio, dentre outros aspectos.

A tuberculose é uma doença infecto-contagiosa causada por uma bactéria que afecta principalmente os pulmões, mas também pode ocorrer em outros órgãos do corpo como ossos, rins e meningites (membranas que envolvem o cérebro).

A transmissão desta doença é directa, de pessoa a pessoa, sendo a aglomeração um dos principais factores de transmissão, pois o doente pode expelir salivas ao falar, espirra ou tosse pequenas gotas de saliva que contêm o agente infeccioso e podem ser aspiradas por outro individuo, contaminando-o.

Factores como a má alimentação, falta de higiene, tabagismo, alcoolismo e outros, que provocam baixa resistência do organismo, também favorecem o contágio da tuberculose, apontou Paulina Cassongo.

A sala de tisiologia do “Ana Paula”, registou de Janeiro a Março do corrente ano 256 doentes, dos quais 63 são casos novos e 55 testados por VIH, com 14 casos positivo. (portalangop.co.ao)

SEM COMENTÁRIO

DEIXE UMA RESPOSTA