Moxico: Mais de mil ex-refugiados regressam ao país

(D.R)

Luena – Mil e 376 ex-refugiados angolanos que viviam na RDCongo regressaram ao país de Fevereiro a presente data no âmbito do programa de repatriamento voluntário organizado, revelou terça-feira, no Luena, a diretora provincial da Assistência e Reinserção Social, Quinta Camiji Pinto.

(D.R)
(D.R)

Em declarações à Angop, indicou que o referido número representa 431 chefes de famílias que regressaram através da fronteira do Luau, depois de 30 anos refugiados na RDCongo.

Afirmou que o Minars assistiu os retornados com bens alimentares, imputs agrícolas e,  transferidos, maioritariamente para Bié, Benguela, Huambo, Malange, Bengo, Cuanza Norte e Lunda Sul.

Lembrou às famílias a continuarem a colaborar com o governo no processo de reintegração das famílias, uma vez que o tempo de permanência nos campos de acolhimento em trânsito é de três dias.

Avançou que estar previsto para chegar este ano ao país, mais de 10 mil retornados, através do programa de repatriamento voluntário e organizado, uma parceria entre o governo angolano, Organização Internacional das Migrações (OIM) e Alto Comissariado das Nações Unidas Para os Refugiados (ACNUR). (portalangop.co.ao)

SEM COMENTÁRIO

DEIXE UMA RESPOSTA