Morreu Ben E. King, a voz eterna de “Stand By Me”

(DR)
(DR)
(DR)

Nasceu como Benjamin Earl Nelson, em Henderson, na Carolina do Norte, Estados Unidos, a 28 de setembro de 1938. Aos nove anos mudou-se para Harlem, em Nova Iorque. Em 1958, entrou para o grupo The Five Crowns e pouso depois, quase como se fosse um futebolista, transferiu-se para os The Drifters e ajudou a escrever “There Goes my Baby.”

Em 1960, já como Ben E. King e famoso pelo contagiante sorriso e carismático bigode, lançou-se a solo. “Spanish Harlem”, que coescreveu com Phil Spector e Jerry Leiber, foi o tema que o catapultou para o sucesso em nome próprio.

Foi com “Stand by Me”, contudo, que Ben E. King inscreveu o nome na história da música. Ainda assim, fora dos Estados Unidos, muitos são os que não o conhecem pelo nome, apenas pela voz e, em particular, pelo tema que viria a ser regravado a meio da década de 70 pelo então já ex-Beatle John Lennon. Em 1986, o tema deu nome e entrou na banda sonora do filme de Rob Reiner, com River Phoenix e Corey Feldman, que em português recebeu o título “Conta Comigo.”

Esta sexta-feira, o agente de Ben E. King confirmou à imprensa a morte do músico, revelando que ter ocorrido na quinta-feira, por causas naturais. As informações sobre o funeral, acrescentou Phil Brown, serão reveladas nos próximos dias. Ben E. King tinha 76 anos, deixa mulher, Betty, três filhos e seis netos. (euronews.com)

por Francisco Marques | Com REUTERS

SEM COMENTÁRIO

DEIXE UMA RESPOSTA