Ministro Bornito de Sousa pede colaboração para sustentabilidade da revista “Nossa Terra”

BORNITO DE SOUSA - MINISTRO DA ADMINISTRAÇÃO DO TERRITÓRIO (FOTO: Lino Guimarães)

O ministro da Administração do Território, Bornito de Sousa, pediu nesta quarta-feira, em Luanda, a todas as entidades envolvidas na promoção do desenvolvimento local, a prestarem a sua contribuição para a sustentabilidade da revista institucional ?Nossa Terra?.

BORNITO DE SOUSA - MINISTRO DA ADMINISTRAÇÃO DO TERRITÓRIO (FOTO: Lino Guimarães)
BORNITO DE SOUSA – MINISTRO DA ADMINISTRAÇÃO DO TERRITÓRIO (FOTO: Lino Guimarães)

O governante fez este pedido quando intervinha na cerimónia de lançamento da primeira edição da revista institucional denominada “Nossa Terra”, que terá a primazia de retratar o fervilhar da vida nos municípios e cidades do país, em 106 páginas e numa periodicidade trimestral.

Bornito de Sousa direccionou o pedido aos departamentos ministeriais, governos provinciais, administrações municipais e das cidades, bem como a todos aqueles que trabalham em prol do melhoramento da qualidade de vida das populações e à prestação de serviços de qualidade aos cidadãos e às comunidades e às empresas.

“A criação da revista “Nossa Terra” enquadra-se num princípio magistralmente resumido numa única frase: pense global, actue local”, escreveu o ministro, no vestíbulo da publicação, acrescentando ser este o espírito condutor da projecção e implementação desta iniciativa de comunicação.

Acrescentou que o surgimento desta revista é o primeiro acto dentre outros passos a serem dados, na senda de uma melhoria da comunicação entre os organismos locais e centrais, e entre os organismos locais e a população.

Esclareceu que a revista está a ser editada em papel, mas para quem esteja interessado num exemplar e não poder ter acesso a este formato, poderá consultar a página Web do Ministério da Administração do Território, mat.gov.ao.

Bornito de Sousa disse esperar que esta publicação trimestral “consiga transmitir o dinamismo das vidas nos municípios e mostrar o que de melhor acontece ali onde estão aqueles com os quais partilhamos laços efectivos, consanguíneos, históricos ou culturais, afirmando a revista “Nossa Terra” como um órgão de promoção de angolanidade”.

A cerimónia de lançamento da revista decorreu numa das unidades hoteleiras da capital do país e contou com a presença do governador de Luanda, Graciano Domingos, do presidente da Comissão Administrativa de Luanda, José Tavares e outros convidados. (portalangop.co.ao)

SEM COMENTÁRIO

DEIXE UMA RESPOSTA