Microsoft está caçar usuários com versões piratas do Windows

(Mobile Xpert)
(Mobile Xpert)
(Mobile Xpert)

A Microsoft parece estar incomodada com a quantidade de activações de seu sistema operacional antigo, o Windows 7, que ainda acontecem actualmente – mesmo depois do Windows 8 já ter sido lançado, actualizado para o 8.1, e agora com o Windows 10 chegando ainda este ano.

A empresa resolveu começar uma caça aos usuários que andam realizando activações piratas, armazenando centenas de activações suspeitas vindas de endereços IP da operadora de telefonia móvel Verizon, e decidiu que levará o caso à corte! Actualmente, os sistemas operacionais lideram o ranking de pirataria ao redor do mundo (e venhamos e convenhamos, todo mundo conhece alguém que já usou, ou até mesmo, que usa uma cópia pirata do Windows actualmente).

Segundo nota no TorrentFreak, a gigante de Redmond decidiu que é hora da pirataria parar de andar de mãos dadas com seus produtos, por isso, resolveu investir agressivamente na caça aos piratas digitais: Em um processo enviado esta semana para a corte de Seattle, a empresa procura indivíduos listados sob a faixa de endereços IP 74.111.202.30, acusando-os de piratear seu sistema operacional. Segundo o processo: “…a Microsoft analisa os dados de activações enviados por usuário ao utilizarem as chaves de produto, incluindo também o endereço IP que originou a activação.”

Segundo a empresa de Bill Gates, centenas de cópias do Windows 7 foram “roubadas” do acervo digital da empresa, ou nunca sequer foram licenças válidas – algumas até sendo activadas mais vezes do que o permitido. Além de uma medida cautelar imediata e a apreensão de todos os materiais que violam seus termos, a empresa a exige a restituição dos lucros atribuíveis às infracções, além de danos e honorários de advogados, em outras palavras, uma indemnização. (MobileXpert)

SEM COMENTÁRIO

DEIXE UMA RESPOSTA