Manifestações proibidas em Angola

Foto: Coque Mukuta/Arquivo)
Foto: Coque Mukuta/Arquivo)
Foto: Coque Mukuta/Arquivo)

As autoridades de Luanda, mais uma vez não autorizaram as duas manifestações
previstas para hoje, na capital angolana.

Os ex-militares e agentes de segurança do Governo, convocaram a manifestação para exigir o pagamento das suas pensões de reforma e o enquadramento na Caixa Social das forças armadas angolanas.

Outra manifestação foi convocada pelos activistas da Juventude Revolucionária, para condenar o suposto genocídio protagonizado pelas forças de segurança, recentemente, durante uma operação na região do Huambo, contra os fieis da seita religiosa, Sétimo Dia a Luz do Mundo.

Os activistas, exigem igualmente, um inquérito independente das Nações Unidas para responsabilizar os culpados.

O percurso dos manifestantes e o Largo do Primeiro de Maio, local para a concentração dos mesmos, foram concentrados efectivos da policia que inviabilizaram os protestos.

As dezenas de manifestantes foram impedidas de manifestarem. (rfi.fr)

SEM COMENTÁRIO

DEIXE UMA RESPOSTA