Macedónia: Mais de 20 mil exigem a demissão do primeiro-ministro (vídeo)

(DR)
(DR)
(DR)

Mais de 20 mil pessoas juntaram-se este domingo em Skopje, capital da Macedónia, para exigir a demissão do primeiro-ministro Nikola Gruevski. Os manifestantes cercaram o edifício onde se situa o gabinete do chefe de Governo, o qual acusam de corrupção, escutas ilegais em larga escala e de ser a causa da fuga dos jovens do país.

Os ministros do Interior e o dos Transportes mais o chefe dos serviços de informação apresentaram terça-feira a demissão. O primeiro-ministro Gruevski falou no sábado e recusou ceder ao que diz serem protestos promovidos por serviços secretos estrangeiros.

Na rua, ainda assim, mudança é mesmo a palavra de ordem. “Nós precisamos de uma mudança em definitivo para que a Macedónia possa entrar no trilho certo”, defendeu Milco, um dos manifestantes. Uma outra, Bisera Srbanovska, afirmou: “Quero que o Governo caia e que o primeiro-ministro Nikola Gruevski se demita assim como todos os ministros. Quero que a verdade seja conhecida.”

Entre os manifestantes, destacaram-se muitas bandeiras albanesas, que representam cerca de um quarto dos pouco mais de dois milhões de habitantes da Macedónia.

A manifestação antigoverno em Skopje aconteceu cerca de uma semana após uma operação policial em Kumanovo, no norte do país, contra alegados rebeldes de etnia albanesa, ter terminado com mais de vinte mortos, três dezenas de feridos e o receio de um novo conflito étnico na Macedónia similar aos ocorridos há 14 anos nesta mesma antiga república jugoslava. (euronews.com)

SEM COMENTÁRIO

DEIXE UMA RESPOSTA