Lunda Sul: Ministro da Justiça reconhece lacunas no sector

RUI JORGE MANGUEIRA - MINISTRO DA JUSTIÇA E DOS DIREITOS HUMANOS (FOTO: Rosário Santos)

Saurimo – O ministro de Angola da Justiça e dos Direitos Humanos, Rui Manqueira, reconheceu hoje, terça-feira, em Saurimo, província da Lunda Sul, que os órgãos do sector enfrentam dificuldades, no que toca a insuficiência de quadros e de condições de trabalho.

RUI JORGE MANGUEIRA - MINISTRO DA JUSTIÇA E DOS DIREITOS HUMANOS (FOTO: Rosário Santos)
RUI JORGE MANGUEIRA – MINISTRO DA JUSTIÇA E DOS DIREITOS HUMANOS (FOTO: Rosário Santos)

Rui Mangueira que falava à imprensa no final da sua visita à província da Lunda Sul considerou ser necessário e urgente melhorar as condições de trabalho dos órgãos de justiça, com vista a se prestar um serviço com qualidade à população.

“Depois de constatar as condições de trabalho, que eu já havia constatado há dois anos, deixa-me de facto preocupado e nós vamos ter que trabalhar na solução de algumas questões por formas a dar dignidade e melhores condições de acomodação aos nossos funcionários”, frisou.

“ Nós temos já o edifício das três AAA disponível, eu penso que estamos em condições de poder adaptá-lo no sentido do mesmo servir para os nossos serviços aqui na província, por ser uma questão de execução imediata, e corresponder melhor a demanda”, acrescentou.

Quanto a questão da conservatória do registo automóvel, o governante garantiu que estão a ser criadas as condições para a implementação da mesma na província, tendo em conta o crescimento do tráfico automóvel que regista na região.

Durante sua estadia na província da Lunda Sul, Rui Mangueira efectuou uma visita de constatação as obras do futuro edifício da justiça, algumas instalações do sector que dirige, bem como manteve um encontro com a governadora províncial, Cândida Narciso, que serviu para abordar questões ligadas aos órgãos da justiça. (portalangop.co.ao)

SEM COMENTÁRIO

DEIXE UMA RESPOSTA