Jovem de 17 anos confessa ter assassinado a mãe adotiva

Vitima Cosenza (abola.pt)
Vitima Cosenza (abola.pt)
Vitima Cosenza (abola.pt)

Um jovem de 17 anos, oriundo de Cosenza (Itália), confessou ter matado a sua mãe adotiva, alegando como justificação para o crime que a vítima costumava gritar-lhe, avança o `Corriere dela Sera´.

Segundo as informações, citadas pelo site La Vanguardia, os factos remontam ao passado dia 1 de abril. O presumível homicida terá asfixiado primeiro a vítima e só depois a terá empurrado escadas abaixo.

Com o objetivo de não tentar levantar suspeitas sobre si, o suspeito tatuou a seguinte frase:

«Nem sequer a morte vai conseguir separar-nos. Adoro-te mãe.» (abola.pt)

SEM COMENTÁRIO

DEIXE UMA RESPOSTA