Índia vive a vaga de calor mais mortífera dos últimos 20 anos

(euronews.com)
(euronews.com)
(euronews.com)

É a vaga de calor mais mortífera das últimas duas décadas na Índia. Perto de 1800 pessoas já morreram por causa do calor abrasador que se tem feito sentir em especial nas regiões de Andhra Pradesh e de Telangana, no sul do país, mas também na capital, Nova Deli, onde os termómetros atingiram os 45º C.

O sol é tão forte que o alcatrão da estrada derrete. Quem exerce a sua actividade ao ar livre diz que “é impossível suportar o calor, mesmo estando sem fazer nada, quanto mais a trabalhar”. E apesar dos avisos para não estar na rua nas horas de maior calor, as pessoas “precisam de comida” para viver e se pararem de trabalhar não vão conseguir comer, refere o responsável por uma obra.

Os pobres são os que mais têm sofrido e morrido com esta vaga de calor. Nos bairros de lata, “a vida é muito difícil. Não há água, não há luz ou quaisquer outros serviços básicos”, lamenta uma residente.

O número de mortos ainda irá subir antes das temperaturas começarem a descer lá mais para domingo, segundo as previsões da meteorologia. Aguarda-se a qualquer momento a chegada das monções e depois do calor será a chuva a trazer também a morte nas habituais inundações gigantescas no subcontinente indiano. (euronews.com)

SEM COMENTÁRIO

DEIXE UMA RESPOSTA