Huíla: Taxistas desobedecem apelos de associação e alteram preços no Lubango

Taxista alteram preços no Lubango (Foto: Rosário dos Santos)
Taxista alteram preços no Lubango (Foto: Rosário dos Santos)
Taxista alteram preços no Lubango (Foto: Rosário dos Santos)

Apesar dos apelos da Associação dos Taxistas sobre a necessidade da observância da prudência no estabelecimento de uma nova tarifa, os taxistas alteraram hoje (terça-feira) os preços da corrida na cidade do Lubango, província da Huíla.

Uma ronda feita pela Angop permitiu constatar que a corrida da cidade para os mercados paralelos do Mutundo e João de Almeida, está por 150 Kwanzas, 50 a mais, enquanto as deslocações para a Chibia e Humpata, municípios mais próximos, passaram de 200 para 250, assim como de 150 para 200, respectivamente.

Em declarações à Angop, os taxitas consideram que a medida surge para cobrir os custos de manutenção e combustíveis, uma vez ter havido um reajuste nos preços de combustíveis.

Em função do reajuste do preço dos combustíveis feito pelo Ministério das Finanças, na última quinta-feira, o litro de gasolina passou a custar 115 kwanzas, contra os AKZ 90 praticados anteriormente, enquanto o gasóleo passou de AKZ 60 para 75 kwanzas.

Questionados sobre a desobediência à associação que os representa, acusaram a mesma de não defender os seus interesses, por isso optaram de forma singular alterar os preços.

O presidente da Associação dos taxistas da Huíla, Alberto Daniel, condenou a atitude dos colegas, que considerou de anárquica, já que decorre um processo negocial entre associação de taxistas e responsáveis ligados ao Ministério das Finanças que ainda não produziu conclusões.

“Sabemos que com a subida dos preços dos combustíveis, muitos terão dificuldades para realizarem as suas actividades, mas é preciso que saibamos ouvir as autoridades governamentais que também estão consciente deste problema”, realçou.

Até ao momento, segundo Alberto Daniel, os taxistas devem praticar a tarifa de 100 kwanzas no casco urbano da cidade e rota Lubango/Humpata 150 (KZ) e já Lubango/ Chibia 200 (Kz).

Entretanto, os taxistas esperam subir de 100 para 200 a corrida no casco urbano do Lubango, e Lubango/ Humpata 150 para 200 enquanto para Lubango/ Chibia 200 a 250 (kz).

A Associação de Taxistas na Huíla controla mais de quatro mil automobilistas que fazem o serviço de táxi. (portalangop.co.ao)

SEM COMENTÁRIO

DEIXE UMA RESPOSTA