Huambo: Segunda fase de execução do MOSAP avaliada em 60 milhões de dólares americanos

CAMPO AGRÍCULA (Foto: Morais Silva)

Huambo – A segunda fase de execução do Projecto de Agricultura Familiar voltado para o Mercado (MOSAP), que arranca em Janeiro de 2016, está avaliada em 60 milhões de dólares americanos, montante a ser financiado pelo Banco Mundial.

CAMPO AGRÍCULA (Foto: Morais Silva)
CAMPO AGRÍCULA (Foto: Morais Silva)

O anúncio foi feito hoje, na província do Huambo, pelo assistente técnico do Banco Mundial em Angola, Aniceto Bila, durante o encontro de apresentação dos resultados da primeira fase do MOSAP, decorrida desde 2008 até este ano.

Explicou que o acréscimo de 40 milhões, comparando com a fase anterior, se deve aos bons resultados que o projecto alcançou até ao momento nos 12 municípios do país onde está a ser implementado.

Aniceto Bila disse que o MOSAP pretende continuar a alavancar o sector agrícola, cooperando, assim, nos esforços de combate à fome e à pobreza nas comunidades rurais.

Tal como na primeira fase, disse, o projecto continuará a ser executado nas províncias do Bié, Huambo e Malanje, mas o número de beneficiários poderá aumentar consideravelmente.

A função do Banco Mundial, segundo Aniceto Bila, não é apenas disponibilizar recursos financeiros, é também trazer para Angola experiências internacionais do desenvolvimento do sector da agricultura familiar.

Confirmou estar em fase conclusiva a elaboração da segunda fase do mesmo projecto, no sentido de se desenhar linhas orientadoras que permitam que o mesmo tenha impactos satisfatórios no público-alvo.

O assistente técnico do Banco Mundial em Angola afirmou queos trabalhos de elaboração do projecto decorrem com maior dinâmica, para que até finais deste ano seja aprovado. (portalangop.co.ao)

SEM COMENTÁRIO

DEIXE UMA RESPOSTA