Grã-Bretanha: um país unido para celebrar o fim da II Guerra Mundial (vídeo)

(DR)
(DR)
(DR)

A Abadia de Westminster, em Londres, voltou a encher-se, este domingo, de figuras britânicas ilustres. Antes da missa, celebrada pelo Arcebispo de Canterbury, a Rainha Isabel II prestou homenagem ao soldado desconhecido.

Um milhar de veteranos de guerra marcou presença em mais uma das celebração dos 70 anos que passaram sobre o fim da II Guerra Mundial, no Reino Unido.

À celebração religiosa, sob o tema ação de graças pela reconciliação e unidade, seguiu-se um desfile no qual participaram os veteranos. A marcha começou na Abadia de Westminster e percorreu vários pontos da capital londrina, entre eles o Parlamento britânico, a parada do Palácio de Buckingham e o local onde Winston Churchill apareceu à multidão e fez o seu famoso discurso de vitória.

O maior bombardeiro britânico na Segunda Guerra Mundial, Lancaster, deveria ter participado nos festejos mas acabou em terra depois de um incêndio no motor.

O governo britânico pediu às comunidades das várias fés a juntarem-se, da forma que considerassem adequada, às celebrações do dia em que terminou um dos momentos mais dramáticos da história mundial. (euronews.com)

SEM COMENTÁRIO

DEIXE UMA RESPOSTA