GA Angola Seguros entra na ‘corrida’ dos seguros marítimo e agrícola

(Foto: Economia & Mercados)
(Foto: Economia & Mercados)
(Foto: Economia & Mercados)

Depois de ter lançado o seguro automóvel com assistência em viagem, a companhia prepara o lançamento de novos produtos até ao final do ano. Crescimento da rede de venda é outro dos objectivos da companhia.

A GA Angola Seguros vai entrar no segmento de seguros marítimo e agrícola até ao final deste ano, juntando-se a outras companhias do sector, avançou o CEO da empresa. Mehdi Tazi, que falava aos jornalistas numa conferência de imprensa realizada na semana passada, explicou que a GA quer atingir, “para além de uma boa posição nos seguros marítimos de importação, também uma boa quota de mercado no seguro agrícola”.

Em relação ao seguro agrícola, Mehdi Tazi avançou que, apesar de ser uma área difícil, a GA Seguros Angola pretende lançar o produto ainda este ano, aproveitando a experiência que tem de outros países africanos. “É muito difícil e requer um elevado nível de conhecimento, mas podemos, de certa forma, aproveitar as experiências que temos noutros países africanos e aplicá-las aqui em Angola”, afirmou, adiantando que “a agricultura será sempre necessária ao desenvolvimento, designadamente quando entramos no domínio da agro-indústria”.

Em entrevista ao Expansão, há cerca de um mês, recorde- -se, o CEO dissera que o seguro agrícola “só funciona se houver subsídios estatais”, tendo acrescentado que, noutros países onde a ‘casa-mãe’ da GA tem esta oferta, como na Costa do Marfim e Marrocos, existe já esse subsídio. “Segundo as informações de que disponho, há um grupo de trabalho a estudar essa matéria no Governo. Se houver mercado, estamos prontos para avançar”, disse ao Expansão.

Entretanto, no âmbito do crescimento da oferta de serviços, GA Angola Seguros inaugurou na semana passada uma nova agência, localizada na Via Expresso (Benfica), tendo agora seis de nove ‘lojas’ previstas até ao final do mês em curso em Luanda. O gestor avançou que, para além do seguro automóvel, onde foi introduzida este ano a assistência em viagem, a nova agência vai dedicar-se também a vender serviços para pequenas e médias empresas. “Temos sido questionados pelos clientes sobre esses serviços, pelo que decidimos implementá-los nesta agência”, disse.

Para a abertura das nove agências em Luanda, a GA investiu 1.000 milhões Kz (10 milhões USD) e espera, até ao final do ano, expandir para as províncias. Com as novas agências, a seguradora aumenta para 25 os seus pontos de venda em todo o território nacional, tendo oito filiais em Cabinda, Soyo, Benguela, Marginal, Lubango e Lobito, e mais 18 pontos abertos em parcerias com o Kero, Maxi, Deskontão, Belas Shopping, Casa dos Frescos, Standard Bank, Millennium, Banco Sol e BCA.

A expansão dos pontos de venda e de contacto directo com os clientes é um dos principais objectivos da companhia, que em 2014 registou uma facturação de 24,8 mil milhões Kz (240 milhões USD) e espera um crescimento de 20% até ao final do ano em curso, disse o gestor. Segundo Mehdi Tazi, os outros dois grandes objectivos da GA centram-se no reforço do Plano de Acção da marca GA e na oferta de produtos mais sofisticados em termos de cobertura, para torná-los “mais competitivos e atractivos”.

A GA aposta forte no ramo do seguro automóvel, o que permitiu à companhia atingir uma quota de 5,4 mil milhões Kz (50 milhões USD) num universo de 400 milhões USD a nível nacional em 2014. Fundada em 2005, a seguradora ocupa a terceira posição entre as 19 a operar no País, atrás apenas da Empresa Nacional de Seguros de Angola (ENSA) e da Angola Agora e Amanhã (AAA), contando com 220 trabalhadores, dos quais três expatriados. (expansao.ao)

DEIXE UMA RESPOSTA