Escócia: Mais voz em Westminster

(DR)
(DR)
(DR)

Há oito meses, o Partido Nacionalista Escocês (SNP), saiu particularmente revigorado pela derrota estreita no referendo sobre a independência. Nas legislativas de quinta-feira ganhou 56 dos 59 deputados a que tem direito.

Confrontado com este tsunami, David Cameron, o primeiro-ministro reeleito por maioria absoluta, reafirmou imediatamente o seu compromisso em dar mais responsabilidade aos governos regionais do Reino Unido.

Para a lider do SNP o xadrez político mudou:
‘’ Histórico é uma dessas palavras que muitas vezes se usa em demasia, mas, na verdade, nestas circunstâncias, eu não tenho a certeza de poder adpatar-se. As placas tectónicas da política escocesa deslocaram-se ontem. Este é um enorme, enorme resultado, vimos algumas oscilações que nunca foram vistas antes na história da política de Westminster. A Escócia deseja ser ouvida, e esse vai ser o trabalho desses 56 deputados SNP que estão presentes na Casa dos Comuns. ‘’

Nicola Sturgeon, a primeira-ministra da região autónoma do norte, tem pedido o reforço dos poderes de controle sobre as finanças, entre outros mecanismos que garantam uma maior autonomia. Mas depois deste triunfo, o apetite para a independência pode ser afiado e inspirar outras regiões. (euronews.com)

SEM COMENTÁRIO

DEIXE UMA RESPOSTA