Empresas mineiras precisam de plano director para exploração de recursos

(Foto: D.R.)
(Foto: D.R.)
(Foto: D.R.)

Angola deve criar um plano director de exploração mineira, para permitir às empresas de exploração destes recursos saberem o potencial geológico do país e o que podem explorar, afirmou hoje, em Luanda, o professor doutor da Faculdade de Ciências da Universidade Agostinho Neto, Pedro Claude Nsungani.

Pedro Claude Nsungani falava à imprensa na abertura da II semana da geologia da Faculdade de Ciências, que decorre sob o lema O Papel da Geologia na Diversificação da Economia.

“As empresas mineiras não podem ser chamadas só para explorar, mas devem receber orientações daquilo que existe e do que se vai explorar, e isto cabe ao Governo fazer este estudo e apresentar a estas empresas”, acrescentou.

Em paralelo, disse, deve ser criado um plano director de exploração agrícola, de modo a criar incentivos nesta actividade a nível do interior do país, para que as populações possam regressar às zonas rurais e produzirem mais no campo, para ajudar a diversificar a economia.

“A carta do solo de Angola mostra que o país é fértil para a prática da agricultura, portanto deve criar incentivos desta prática nas províncias para que as populações regressem às zonas rurais e produzam mais no campo”, disse.

Referiu que, enquanto durar a semana de Geologia, serão apresentados os resultados dos estudos feitos no país por docentes, licenciados e outros membros da Faculdade de Ciências do curso de Geologia e Minas envolvidos nestas pesquisas.

Salientou ser objectivo do encontro analisar a importância deste ramo do saber, que pode ajudar o Governo, bem como mostrar as outras formas de diversificar a economia nacional com os recursos existentes. (Angop/Expansão)

SEM COMENTÁRIO

DEIXE UMA RESPOSTA