Embaixador em Espanha defende acesso “simplificado” aos fundos da União Europeia

VICTOR LIMA, EMBAIXADOR DE ANGOLA EM ESPANHA (Foto: Angop)

Madrid – O embaixador de Angola em Espanha, Victor Lima, defendeu esta segunda-feira, em Madrid, a criação de “mecanismos mais simplificados” de acesso dos países africanos aos fundos da União Europeia.

VICTOR LIMA, EMBAIXADOR DE ANGOLA EM ESPANHA (Foto: Angop)
VICTOR LIMA, EMBAIXADOR DE ANGOLA EM ESPANHA (Foto: Angop)

O diplomata angolano discursava na qualidade de decano do grupo de embaixadores africanos acreditados em Espanha, na sétima  reunião do Conselho Diplomático da Casa de África, realizada por ocasião do dia 25 de Maio, dedicado ao continente.

Vítor Lima sublinhou que o 52º aniversário da União Africana ocorre num momento em que os Estados africanos estão empenhados no aprofundamento da democracia, a paz e a estabilidade social, política e económica.

“A estabilidade de cada um dos países africanos é a melhor garantia para se impulsionar o desenvolvimento do continente”, sublinhou o diplomata.

Victor Lima acrescentou que a estabilidade contribui também para a criação de melhores condições de vida para as populações e acelera tanto o desenvolvimento como o respeito pelos direitos humanos, a liberdade de expressão e, fundamentalmente, uma melhor distribuição de riqueza.

“Estamos abertos a todas as iniciativas de investimento económico e a todo o tipo de colaboração empresarial, técnica, científica e cultural que nos permitam transformar os recursos naturais em riqueza”, apelou.

Tomaram parte do evento os embaixadores africanos acreditados em Espanha, o secretário de Assuntos Exteriores espanhol, Ignacio Ybáñes Rubio e o director-geral da Casa de África, Luis Padrón.

Victor Manuel Rita da Fonseca Lima, de seu nome completo, é embaixador em Espanha desde 2009, depois de ter exercido idênticas funções em França (2006-2009), e Japão e Coreia do Sul (2000-2006).   (portalangop.co.ao)

SEM COMENTÁRIO

DEIXE UMA RESPOSTA