Diamante rosa é vendido por quase 16 milhões de dólares

O diamante rosa de 8,72 quilates, que teria pertencido à sobrinha de Napoleão, é vendido por 15,9 milhões dólares pela Sotheby's, em Genebra, no dia 12 de maio de 2015 (Foto: Richard Juilliart/AFP)
O diamante rosa de 8,72 quilates, que teria pertencido à sobrinha de Napoleão, é vendido por 15,9 milhões dólares pela Sotheby's, em Genebra, no dia 12 de maio de 2015 (Foto: Richard Juilliart/AFP)
O diamante rosa de 8,72 quilates, que teria pertencido à sobrinha de Napoleão, é vendido por 15,9 milhões dólares pela Sotheby’s, em Genebra, no dia 12 de maio de 2015 (Foto: Richard Juilliart/AFP)

Um notável diamante rosa de 8,72 quilates, que teria pertencido à sobrinha de Napoleão, foi vendido por 15,9 milhões dólares nesta terça-feira em Genebra pela Sotheby’s.

A pedra extremamente rara foi estimada entre 14 e 18 milhões de dólares. O diamante é extremamente claro e de cor intensa. Um comprador na sala arrematou a peça pela soma de 14,8 milhões de francos suíços (15,9 milhões de dólares ou 14,3 milhões de euros).

De talhado “travesseiro clássico”, com cantos arredondados e de cor “Fancy Vivid Pink”, esta pedra chamada de “Historique Diamant Rose” teria feito parte da colecção da princesa Mathilde, sobrinha de Napoleão I, de acordo com Instituto Gemológico Americano (GIA).

As origens da pedra permanecem incertas, o que a torna ainda mais misteriosa. As características técnicas da pedra e o fato de ser tão antiga sugere que ela pode ter sido encontrada nas famosas minas de Golconda, na Índia, de acordo com David Bennett, presidente do departamento internacional de jóias da Sotheby’s.

“O Historique Diamant Rose é o primeiro diamante fancy vivid pink talhado em forma de travesseiro clássico vendido em leilão”, segundo Bennett. (afp.com)

SEM COMENTÁRIO

DEIXE UMA RESPOSTA