Cuanza Norte: Ndalatando comemora hoje 59 anos

CUANZA NORTE: VISTA PANORAMICA DA CIDADE DE NDALATANDO (Foto: Diniz Simão)

Ndalatando – Ndalatando, sede da província do Cuanza Norte, comemora hoje, quinta-feira, 59 anos, desde que foi elevada à categoria de cidade, a 28 de Maio de 1956.

CUANZA NORTE: VISTA PANORAMICA DA CIDADE DE NDALATANDO (Foto: Diniz Simão)
CUANZA NORTE: VISTA PANORAMICA DA CIDADE DE NDALATANDO (Foto: Diniz Simão)

A cidade ostentou a denominação de Vila Salazar em homenagem ao então presidente do Conselho de Ministros português, António de Oliveira Salazar, designação que prevaleceu até 1975, ano da proclamação da independência de Angola.

No que toca ao desenvolvimento da cidade, bairros e aldeias periféricas, várias são as acções realizadas ou em curso nos vários domínios, principalmente relacionadas com a expansão da rede de distribuição de energia eléctrica e água potável, saneamento básico, saúde, construção de infra-estruturas escolares, recuperação de estradas, passeios e jardins, entre outros.

Entre as acções em curso constam a construção de uma nova de rede de média tensão (aérea/subterrânea) composta de duas linhas de 30 e 15 kilowatts (Kw) destinada a aumentar a capacidade de distribuição de energia eléctrica aos citadinos, a construção de uma praça cerimonial, no largo das escolas, para albergar eventos públicos.

Estão ainda em cursos projectos de reabilitação e modernização do mercado municipal, em Ndalatando, a primeira fase de construção de 25 residências no âmbito do lançamento da nova urbanização de Camuaxi, construção de uma escola com 30 salas de aulas no bairro da Kipata e outra de com 22 salas no bairro Sassa.

Com a execução dessas acções, inseridas no Programa de investimentos Públicos (PIP), é notório a melhoria dos serviços de ensino e atendimento hospitalar das populações, bem como as vias de acesso.

Os projectos ligados a educação estão a permitir que as crianças do ensino primário estudem nas suas áreas de residência.

Em relação ao comércio e devido à abertura das vias de acesso aos campos agrícolas, a produção tem sido escoada facilmente para o centro da cidade.

Ndalatando é simultaneamente a sede do município do Cazengo e da província do Cuanza-Norte, que ocupa uma extensão territorial de 768 quilómetros quadrados e uma população estimada em  mais de 160 mil habitantes.

O nome Ndalatando, segundo investigadores, é uma homenagem aos primeiros sobas da região, que se chamavam Ndala e Tando. (portalangop.co.ao)

SEM COMENTÁRIO

DEIXE UMA RESPOSTA