Cuanza Norte: Casos de sida aumentam em Cambambe

CENTRO DE ACONSELHAMENTO E TESTAGEM VOLUNTÁRIA DE HIV/SIDA DE CAMBAMBE (Foto: Angop)

Dondo – Vinte e oito novos casos de VIH/Sida foram diagnosticados, durante o primeiro trimestre deste ano, no Centro de Aconselhamento e Testagem Voluntária (CATV) do Hospital Municipal de Cambambe, Cuanza Norte, mais oito em relação ao idêntico período de 2014.

CENTRO DE ACONSELHAMENTO E TESTAGEM VOLUNTÁRIA DE HIV/SIDA DE CAMBAMBE (Foto: Angop)
CENTRO DE ACONSELHAMENTO E TESTAGEM VOLUNTÁRIA DE HIV/SIDA DE CAMBAMBE (Foto: Angop)

A informação foi prestada, hoje, no Dondo, pelo  director do Hospital Municipal de Cambambe, Justino Tchikenge, referindo que os  casos foram determinados num universo de mil e 108 testes realizados no período em referência, reflectindo o crescimento do índice de seroprevalência na circunscrição.

Acrescentou que deste número,  constam dois menores, filhos de pais seronegativos, pressupondo-se que os mesmos terão contraído a doença  por utilização de objectos perfuro-cortantes contaminados e não esterilizados, aumentando assim  a preocupação das autoridades sanitárias, relativamente a utilização desses instrumentos .

Sem precisar números, disse que além dos 28 novos casos, o centro acompanha igualmente vários doentes, determinados em períodos anteriores, disponibilizando-os assistência com anti- retroviral, enquanto outros preferem beneficiar de tal assistência, em hospitais de outras localidade, com o receio de se exporem a sua condição serológica em caso de serem tratados  localmente.

Justino Tchikenge apontou como causas do aumento de casos de sida, no município de Cambambe, a promiscuidade feminina, a poligamia e as relações sexuais ocasionais desprotegidas.

Disse ainda que, as mulheres são as que mais aderem aos testes, enquanto os homens procuram obter o resultados das esposas, após serem submetidas a exames obrigatórios durante a gestação. (portalangop.co.ao)

SEM COMENTÁRIO

DEIXE UMA RESPOSTA