China está “gravemente preocupada” com caso dos chineses acusados de espionagem nos EUA

Bandeira da China
Bandeira da China
Bandeira da China

O Ministério das Relações Exteriores da China, através de seu porta-voz, Hong Lei, declarou nesta quarta-feira (20) que o país está “gravemente preocupado” com o caso dos seis chineses que foram acusados de espionagem nos EUA.

O assessor garantiu que a China trabalhará para proteger seus cidadãos, que, segundo o Departamento de Justiça norte-americano, roubaram segredos de duas empresas que desenvolvem tecnologias para sistemas militares.

O professor da Universidade Tianjin Hao Zhang foi preso no sábado (16) ao chegar a Los Angeles. Ele e mais dois educadores da instituição teriam roubado segredos da Avago Technologies, sediada na Califórnia e em Cingapura, e da Skyworks Solutions, em Massachusetts.

Os procuradores norte-americanos argumentam que o grupo montou uma empresa em Tianjin, que fica a 150 km de Pequim, com as tecnologias desenvolvidas pelas duas empresas. Os outros cinco suspeitos estariam na China. (sputniknews.com)

SEM COMENTÁRIO

DEIXE UMA RESPOSTA