Burundi: oposição suspende negociações com governo

(DW)
(DW)
(DW)

Partidos interrompem diálogo com o presidente Pierre Nkurunziza, após o assassinato de um líder oposicionista e seu guarda-costas na capital, Bujumbura. O incidente pode inflamar ainda mais as tensões no país.

Partidos de oposição do Burundi anunciaram neste domingo (24/05) a suspensão do diálogo iniciado com o governo do presidente Pierre Nkurunziza. A decisão vem após o assassinato neste sábado do líder da legenda de oposição União para a Paz e a Democracia, Zedi Feruzi, e de seu guarda-costas na capital, Bujumbura.

“O clima não é propício para conversações”, afirmou Bernard Ndayisegna, líder do partido de oposição Forças Nacionais de Libertação. Outros partidos também suspenderam as negociações e disseram que a morte de Feruzi seria parte de “um plano para eliminar fisicamente” líderes da campanha anti governo.

Os assassinatos de Feruzi e de seu guarda-costas acontecem um dia depois de um ataque a um movimentado mercado em Bujumbura, que deixou três pessoas mortas.

O incidente pode inflamar mais ainda as tensões no Burundi, um país dominado há semanas por manifestações contra o governo, após a disposição controversa do presidente, Nkurunziza, de buscar seu terceiro mandato em Junho.

A decisão de Nkurunziza no final do mês passado desencadeou uma tentativa infrutífera de golpe Pelo menos 20 pessoas morreram e 231 ficaram feridas em protestos realizados contra o presidente. Ao menos 100 mil já fugiram para países vizinhos desde o início do mais recente conflito. (dw.de)

FC/afp/dpa/ap

SEM COMENTÁRIO

DEIXE UMA RESPOSTA