Burundi: líder da oposição assassinado na capital apesar de trégua nos protestos (vídeo)

(DR)
(DR)
(DR)

A trégua nas manifestações contra o presidente do Burundi não evitou novos episódios de violência.

Segundo a agência AFP, o líder de um pequeno partido da oposição foi assassinado, juntamente com o guarda-costas, em Bujumbura.

Na sexta-feira, o primeiro ataque com granadas na capital, que fez pelo menos três mortos e mais de uma dezena de feridos num mercado, veio contribuir para o clima de instabilidade e angústia. Bujumbura é palco desde o fim de abril de protestos contra Pierre Nkurunziza, que pretende candidatar-se a um terceiro mandato. Os líderes da contestação interromperam as manifestações para um diálogo com o governo, mediado pela ONU e pela União Africana.

Na vizinha Tanzânia, as autoridades disseram que os campos de refugiados estão sobrelotados com os burundianos que fogem da instabilidade no seu país. Segundo a ONU, cerca de 3000 refugiados foram infetados por uma epidemia de cólera. (euronews.com)

por Rodrigo Barbosa | Com AFP

1 COMENTÁRIO

  1. ESTÁ-SE MAL, O HOMEM AINDA NÃO CONCLUI O SEU TRABALHO DE GESTÃO DO PAÍS, FALTA-LHE RESOLVER ALGUNS NEGÓCIOS, MAS O POVO NÃO QUER, É MUITO CHATO. AINDA VAI MORRER MAIS GENTE.
    AS MINHAS CONDOLÊNCIAS PARA A FAMÍLIA DO FALECIDO.

DEIXE UMA RESPOSTA