Bié: Aumentam pacientes com hipertensão arterial no hospital provincial

BIÉ: EDUARDO CAYANGULA - DIRECTOR DE ENFERMAGEM DO HOSPITAL PROVINCIAL (Foto: Leonardo Castro)

Cuito – Setenta e nove novos pacientes com hipertensão arterial foram tratados durante o I trimestre do presente ano, no hospital provincial do Bié, informou hoje, terça-feira, o director de enfermagem, Eduardo Cayangula, referindo ter havido um aumento de 20 casos em relação a igual período de 2014.

BIÉ: EDUARDO CAYANGULA - DIRECTOR DE ENFERMAGEM DO HOSPITAL PROVINCIAL (Foto: Leonardo Castro)
BIÉ: EDUARDO CAYANGULA – DIRECTOR DE ENFERMAGEM DO HOSPITAL PROVINCIAL (Foto: Leonardo Castro)

Em declarações a imprensa sublinhou que além da hipertensão arterial, no mesmo período foram igualmente diagnosticados 37 novos casos de Acidente Vascular Cerebral (AVC), mais cinco em comparação a mesma etapa anterior.

Afirmou estar na base das enfermidades, os maus hábitos alimentares, tabagismo, consumo exagerado de bebidas alcoólicas, associado a falta de exercício físico e a idade da pessoa.

Disse ainda que, tal situação está a preocupar as autoridades hospitalares, tendo realçando a necessidade da realização constante de campanhas de medição da tensão arterial e teste de doenças preveníveis (diabete, sida…) em locais públicos (largos, mercados e praças).

A acção visa despertar os cidadãos sobre a necessidade de efectuar as consultas de rotina, a fim de saber da sua saúde.

O hospital foi construído na época colonial, tem capacidade de 300 camas.

Devido ao aumento da densidade populacional e das patologias, a unidade assiste actualmente mais de mil pacientes. Tem cerca de 800 funcionários, entre médicos, enfermeiros e trabalhadores administrativos.

A maior unidade hospitalar da província oferece ainda serviços como de medicina, pediatria, cirurgia, ortopedia e oftalmologia.

A província do Bié, com uma população estimada em 1.338.923 habitantes, possui 172 unidades sanitárias, garantidos por três mil 958 funcionários, entre médicos, enfermeiros e pessoal de apoio. (portalangop.co.ao)

SEM COMENTÁRIO

DEIXE UMA RESPOSTA