Benguela: I edição do Festeatro São Filipe arranca com 11 grupos

ESTEVES QUINA, PORTA-VOZ DA ASSOCIAÇÃO PROVINCIAL DE TEATRO (Foto: António Lourenço)

Benguela- A primeira edição do Festival Provincial de Teatro de Benguela, denominado Festeatro São Filipe, arrancou quinta-feira à noite, com a participação de 11 grupos.

ESTEVES QUINA, PORTA-VOZ DA ASSOCIAÇÃO PROVINCIAL DE TEATRO (Foto: António  Lourenço)
ESTEVES QUINA, PORTA-VOZ DA ASSOCIAÇÃO PROVINCIAL DE TEATRO (Foto: António Lourenço)

O Festeatro, que se enquadra na jornada comemorativa ao 398º aniversário da cidade de Benguela (1617-2015), completados a 17 de Maio, decorre no Cine Monumental e deve prolongar-se até domingo, 24 de Maio.

Falando à Angop, o porta-voz da Associação Provincial de Teatro de Benguela (Aproteb), Esteves Quina, disse que estão presentes os grupos Horizonte d’Artes e Luzes d’Artes, do Lobito, 5 de Junho, da Catumbela, Tweya, Bismas, Ombaka, Tcha Kwokwo, Monumental-Teatro e Bem Amados, de Benguela, a que se juntam Õmala Veto Weya, do Bié, e Protevida, proveniente de Luanda.

Esteves Quina explicou que todas as peças terão em seus temas aspectos relacionados com cidadania, na medida em que o evento decorre do projecto “Teatro e Cidadania”, financiado pela União Europeia, Cooperação Espanhola, entre outros parceiros.

O também encenador do Colectivo de Artes Ombaka acrescentou que a Aproteb decidiu convencionar por Festeatro São Filipe em homenagem a fundação da cidade de Benguela, por Manuel Cerveira Pereira, seguindo as providências de Filipe III de Espanha, no contexto da União Ibérica, em 1615. (portalangop.co.ao)

SEM COMENTÁRIO

DEIXE UMA RESPOSTA