Austrália ameaça sacrificar cães de Johnny Depp

Johnny Depp (Foto de Toshifumi Kitamura/AFP)
Johnny Depp (Foto de Toshifumi Kitamura/AFP)
Johnny Depp (Foto de Toshifumi Kitamura/AFP)

O governo australiano ameaçou nesta quinta-feira sacrificar os cães Pistol e Boo, dois terriers que pertencem a Johnny Depp e que o actor transportou de maneira ilegal ao país, onde está rodar o quinto filme da série “Piratas do Caribe”.

“Só porque ele é Johnny Depp, isto não significa que está isento de cumprir a lei australiana”, disse o ministro da Agricultura, Barnaby Joyce.

Para evitar doenças, a lei australiana obriga os cães e gatos procedentes dos Estados Unidos a passar 10 dias em isolamento quando chegam ao país.

Mas Depp não cumpriu a lei e viajou com os seus dois yorkshire terrier directamente no seu jacto privado, sem declarar a presença dos animais, até Brisbane, onde desembarcou no mês passado.

“Existe um processo se você deseja trazer animais. Você precisa obter autorizações, eles ficam em quarentena e depois você pode pegá-los”, disse o ministro.

“É hora de que Pistol e Boo regressem aos Estados Unidos. Ele pode enviá-los de volta ou nós teremos que os sacrificar”, ameaçou o Barnaby Joyce.

O ministro explicou que a presença dos cães foi descoberta quando os animais foram vistos com um tratador. Ele deu um ultimato a Depp de 50 horas, até sábado, para que retire os animais do país.

“Não acredito que o senhor Depp vai me convidar para a estreia de Piratas do Caribe”, brincou o ministro.

O actor está rodar o quinto filme da saga, “Pirates of the Caribbean: Dead Men Tell No Tales”,

O ministro da Imigração, Peter Dutton, declarou à rádio Fairfax que este é um assunto muito sério “porque no caso de quebra do protocolo de biossegurança podem acontecer consequências imprevisíveis”.

Uma campanha on-line para salvar Pistol e Boo reuniu mais de 3.000 assinaturas em poucas horas, enquanto a imprensa tenta aproximar-se da casa alugada por Depp na cidade de Gold Coast.

“Tenha compaixão, Barnaby, não mate esses cães tão lindos”, afirma a petição,

em um apelo directo ao ministro.

Johnny Depp interpreta o capitão Jack Sparrow na saga “Piratas do Caribe”, que facturou mais de 3,6 biliões de dólares em todo o mundo com quatro filmes. (afp.com)

SEM COMENTÁRIO

DEIXE UMA RESPOSTA