Artista Angel Ihosvanny destaca crescimento das artes plásticas angolanas

Artista angolano Angel Ihosvanny (Foto: Henri Celso)
Artista angolano Angel Ihosvanny (Foto: Henri Celso)
Artista angolano Angel Ihosvanny (Foto: Henri Celso)

O artista plástico angolano Angel Ihosvanny afirmou hoje, sábado, em Luanda, que apesar das dificuldades encontradas na aquisição de material para a execução das suas obras, o mundo das artes plásticas angolanas apresenta um crescimento satisfatório no que toca a realização de exposições e abertura de negócios.

Em entrevista à Angop a propósito do “crescimento das artes plásticas nos últimos anos, Angel Ihosvanny mostrou-se satisfeito com o surgimento de mais espaços de exposições em todo país, factor que tem permitido aos artistas realizar as suas actividades e divulgar a cultura nacional.

O artista destacou as excelentes possibilidades de negócio que tem havido nos últimos anos no mercado de venda de quadros, em particulares a abertura das empresas que tem impulsionado no crescimento desta modalidade artística.

Angel Ihosvanny acredita que com o crescimento económico que Angola regista após o alcance da paz, as artes plástica terão sempre um lugar especial na cultura angolana, pela sua forma simples de traduzir a riqueza cultural de um povo.

Relativamente ao material de trabalho, o artista adiantou que recorrido a países vizinhos e a Europa para obter tintas e outros artigos.

Segundo o artista plástico, o material existente no país é caríssimo, implicando directamente no custo final do produto, apelando a entrada em vigor da Lei do Mecenato e a criação de uma taxa de importação para os empresários de cultura.

Angel Ihosvanny Cisnero nasceu na província do Moxico, em 1975. É autodidacta e integra a nova

geração de artistas angolanos nascida depois da independência do país.

Integrou, desde o início, o movimento artístico denominado “Nacionalistas”, surgido em 1999. (portalangop.co.ao)

SEM COMENTÁRIO

DEIXE UMA RESPOSTA