Arábia Saudita: milhares de xiitas condenam ataques dos extremistas sunitas

(D.R)

Milhares de xiitas sairam às ruas da cidade saudita de Tarut, no sábado, para acompanhar o funeral da mais recente vítima do atentado de 22 de maio à mesquita xiita de Al Qadih, na província de Al Qatif.

(D.R)
(D.R)

A multidão rendeu homenagem a Mansour Fateel, que faleceu na sexta-feira em consequência dos ferimentos sofridos no ataque à mesquita. Esta morte elevou para 22 o número de vítimas do atentado.

No funeral em Tarut viam-se cartazes contra os extremistas sunitas do grupo Estado Islâmico, que consideram o xiismo incompatível com a verdadeira fé islâmica.

A maior parte das vítimas do atentado terrorista em Al Qadih, um dos mais mortíferos dos últimos anos, foram enterradas no cemitério adjacente à mesquita.

O ataque foi reivindicado pelo autoproclamado Estado Islâmico, tal como o atentado suicida da passada sexta-feira contra outra mesquita, desta vez em Dammam, que segundo as autoridades terá causado a morte de quatro pessoas, entre as quais o motorista que fez deflagrar o explosivo. (euronews.com)

SEM COMENTÁRIO

DEIXE UMA RESPOSTA