Acto central do Dia da Cultura realiza-se no Huambo

ROSA CRUZ E SILVA - MINISTRA DA CULTURA (Foto: ANTÓNIO ESCRIVÃO)

A ministra da Cultura, Rosa Cruz e Silva, informou nesta quarta-feira, em Luanda, que o governo está a criar condições para realizar o acto central do 8 de Janeiro, Dia da Cultura Nacional, na província do Huambo.

ROSA CRUZ E SILVA - MINISTRA DA CULTURA (Foto: ANTÓNIO ESCRIVÃO)
ROSA CRUZ E SILVA – MINISTRA DA CULTURA (Foto: ANTÓNIO ESCRIVÃO)

Rosa Cruz e Silva prestou estas declarações à Angop, no Aeroporto Internacional 4 de Fevereiro, momentos antes de se deslocar ao Huambo em visita de trabalho de dois dias, no âmbito das acções de implementação da política cultural do governo.

Revelou ser vontade do governo realizar, em 2016, as celebrações do Dia da Cultura no Huambo, havendo já em preparação, na província, um “programa muito ambicioso”.

De acordo com a ministra, durante a sua estada no planalto central, vai reunir-se com as autoridades provinciais, tradicionais, eclesiásticas e com membros da classe artística local, para acertar, entre outras, questões relacionadas com a efeméride.

A governante faz-se acompanhar nesta visita pelo director Nacional para os Assuntos Religiosos, Manuel Fernandes, director Adjunto do Arquivo Nacional de Angola, Francisco Alexandre, e pelo director do Centro de Documentação e Informação, Miguel Pacheco.

O Dia da Cultura Nacional foi instituído em homenagem ao discurso do primeiro Presidente de Angola, António Agostinho Neto, proferido em 1979, na tomada de posse dos corpos gerentes da União dos Escritores Angolanos (UEA). Na ocasião, Agostinho Neto, fez uma abordagem ampla sobre a cultura nacional. (portalangop.co.ao)

SEM COMENTÁRIO

DEIXE UMA RESPOSTA