Acordo de Conversão Monetária entre bancos angolano e namibiano vai facilitar trocas comerciais

Governador do Banco Nacional de Angola, José Pedro de Morais Júnior (Foto: Clemnete dos Santos)
 Governador do Banco Nacional de Angola, José Pedro de Morais Júnior  (Foto: Clemnete dos Santos)

Governador do Banco Nacional de Angola, José Pedro de Morais Júnior (Foto: Clemnete dos Santos)

O Acordo de Conversão Monetária entre o Banco Nacional de Angola (BNA) e o Banco da Namíbia, rubricado em Setembro de 2014, e já em fase de implementação, visa assegurar a conversão das duas moedas tanto no território angolano como no namibiano.

A informação foi prestada hoje (quinta-feira), em Luanda, pelo governador do Banco Nacional de Angola (BNA), José Pedro de Morais, no final da 6ª Sessão Ordinária Conjunta da Comissão Económica e da Comissão para a Economia Real do Conselho de Ministros, realizada na Sala de Reuniões do Palácio Presidencial, sob orientação do Chefe de Estado, José Eduardo dos Santos.

Em declarações à imprensa, no final do encontro, José Pedro de Morais informou que os dois bancos centrais têm vindo a trabalhar para criar as condições técnicas e operacionais, realizando seminários em todas as instituições bancárias e em outras de interesse.

Disse que estão estabelecidos os valores para a população angolana que pode sair do país para a Namíbia com um valor limite de 500 mil Kwanzas por pessoa adulta e 150 mil Kwanzas para menores de 18 anos.

“Quem sair com estes valores poderá chegar do outro lado (Namíbia) e cambiar normalmente estes valores nos agentes autorizados, bancos ou casas de câmbio”, destacou o governador do Banco Nacional de Angola.

Segundo José Pedro de Morais, a ideia é permitir a elevação das trocas comerciais e garantir que as populações dos outros lados possam ter uma convivência boa.

Angola e a Namíbia partilham pelo Sul uma fronteira terrestre.

A 6ª Sessão Ordinária Conjunta da Comissão Económica e da Comissão para a Economia Real apreciou o Memorando sobre a elaboração do Orçamento Geral do Estado (OGE) do Ano de 2016, tendo analisado também documentos do BNA, estes ligados ao mercado cambial – situação e medidas de gestão -, a implementação do Acordo de Conversão Monetária entre o Banco Nacional de Angola e o Banco da Namíbia e o Aviso sobre a Entrada e Saída de Moeda Estrangeira no Âmbito do Acordo Monetário entre os bancos angolano e namibiano. (portalangop.co.ao)

SEM COMENTÁRIO

DEIXE UMA RESPOSTA