Turquia: Activista radical sequestra procurador de Istambul

(SPUTNIKNEWS)
(SPUTNIKNEWS)
(SPUTNIKNEWS)

Um procurador de Istambul, Mehmet Selim Kiraz, que estava investigando a morte do adolescente Berkin Elvan atingido na cabeça pela polícia durante protestos contra o governo em 2013, foi feito refém na terça-feira por activistas do Partido Frente Popular Revolucionário de Libertação (DHKP-C) no prédio de tribunal, informam as mídia locais.

O DHKP-C publicou a foto do procurador com uma arma apontada à sua cabeça. O partido anunciou cinco exigências. A uma delas é um negociador. As quatro restantes ainda não foram divulgadas. O grupo prometeu matar o refém se o edifício for atacado.

Entretanto, o pai de Berkin Elvan apelou para os activistas não matarem o procurador: “Meu filho está morto, eu não quero que ninguém mais morra. Deixem-no ir embora”.

O adolescente Berkin Elvan foi atingido na cabeça por policial em Junho de 2013, durante protestos antigovernamentais em Istambul. Ele morreu em Março de 2014, depois de 269 dias em coma. A investigação sobre o caso Elvan está em curso.

O DHKP-C é um grupo de esquerda radical, fundado em 1978 como Esquerda Revolucionária, e, em seguida, renomeado em 1994. A organização é considerada como grupo terrorista na Turquia. (sputniknews.com)

DEIXE UMA RESPOSTA