Sudão do Sul pede apoio a Angola para pacificação

Ministro das Relações Exteriores, Georges Chikoti (à esq.) recebe Ministro dos Negócios Estrangeiros do Sudão do Sul (Foto: Lucas Neto)
Ministro das Relações Exteriores, Georges Chikoti (à esq.) recebe Ministro dos Negócios Estrangeiros do Sudão do Sul (Foto: Lucas Neto)
Ministro das Relações Exteriores, Georges Chikoti (à esq.) recebe Ministro dos Negócios Estrangeiros do Sudão do Sul (Foto: Lucas Neto)

O presidente do Sudão do Sul, Salva Kiir, endereçou uma carta ao seu homólogo angolano, José Eduardo dos Santos, pedindo apoio político e diplomatico à República de Angola para a pacificação do conflito naquele país.

A missiva foi entregue hoje, quinta-feira, pelo ministro dos Negócios Estrangeiros do Sudão do Sul, Barnaba Benjamim, ao seu homólogo das Relações Exteriores, Georges Chikoti.

Em declarações à imprensa, no final do encontro, Barnaba Benjamim deu a conhecer que a missiva endereçada ao Chefe de Estado, José Eduardo dos Santos, tem como objectivo pedir a intervenção de Angola para o fim do conflito no seu país, permitindo deste modo a estabilidade e o desenvolvimento.

Segundo disse, Angola tem sido um país de referência no que concerne à pacificação de conflitos a nível do continente, devido à sua experiência, em termos de conflitos armados.

“Pedimos também apoio à comunidade internacional e em relação a Angola, estamos confiantes que o governo vai prestar a sua soldariedade e atenção ao Sudão do Sul”, sublinhou.

Por seu turno, Georges Chikoti referiu que a situação actual no Sudão do Sul continua a ser de conflito mas que tem havido um processo negocial em Addis Abeba, assim como concessões em termos de acordos assinados, mas, sem êxitos devido às grandes divergências. (portalangop.co.ao)

DEIXE UMA RESPOSTA