Singapura despede-se do “tigre asiático”

(REUTERS/Timothy Sim)

(REUTERS/Timothy Sim)
(REUTERS/Timothy Sim)
A morte do fundador de Singapura e primeiro-ministro do país durante três décadas é notícia na capa de um jornal, lido por um transeunte, no bairro económico da cidade-estado. Lee Kuan Yew faleceu esta segunda-feira, 23 de março, aos 91 anos de idade, deixando em herança uma invejável prosperidade económica ao arquipélago , mas também um historial de várias acusações de desrespeito dos direitos humanos e da liberdade de expressão. (euronews.com)

DEIXE UMA RESPOSTA