Rússia não precisa de permissão para instalar armas nucleares na Crimeia

(Sputnik/ Vasily Batanov)
(Sputnik/ Vasily Batanov)
(Sputnik/ Vasily Batanov)

O presidente do Comité da Defesa da Duma Estatal russa, Vladimir Komoedov disse que se surgir a necessidade de instalar armas nucleares na Crimeia, a Rússia não pedirá licença a ninguém.

Na semana passada o chefe do Estado-Maior Conjunto dos Estados Unidos general Martin Dempsey manifestou preocupação sobre a possível instalação das armas nucleares russas na Crimeia.

“Não vamos poluir tal brilhante com armas nucleares – o que temos já é bastante. Porém, é o território russo, e se surgir tal necessidade, não pediremos licença a ninguém”, afirmou Komoedov numa entrevista ao jornal Izvestia.

Anteriormente foi revelado que no quadro de verificação surpresa de prontidão de combate das tropas na Crimeia, à península podiam ser deslocados bombardeiros estratégicos Tu-22M3 que podem em princípio portar armas nucleares, mas a Rússia não disse nada sobre os planos de enviar as próprias ogivas nucleares à Crimeia. (sputniknews.com)

 

 

DEIXE UMA RESPOSTA