Renamo quer abolir estrutura de líder comunitário em Moçambique

Afonso Dhlakama, líder da Renamo (Cristiana Soares)

DSC_0052_1Afonso Dhlakama garante que a população vai abolir a estrutura de líder comunitário, instituído pela Frelimo. O líder da Renamo cumpre hoje o último dia do seu périplo pela província de Tete com o objectivo de esclarecer a população sobre a criação de províncias autárquicas.

No seu périplo pela província de Tete, centro de Moçambique, para explicar às populações a sua pretensão de criar províncias autárquicas, Afonso Dhlakama garantiu que, nas seis províncias onde reclama vitória nas últimas eleições gerais, vai abolir a estrutura de líder comunitário.

Esta decisão de Afonso Dhlakama surge após a postura de líderes comunitários ter sido denunciada durante um comício popular em Macanga, Tete.

O líder da Renamo, principal partido da oposição em Moçambique, cumpre, neste sábado, o ultimo dia do seu périplo pela província de Tete. (rfi.fr)

DEIXE UMA RESPOSTA