Primeiro Vice-Presidente de Cuba inicia visita a Angola

Primeiro Vice-Presidente cubano, Miguel Diaz-Canel Bermúdez (DR)
Primeiro Vice-Presidente cubano, Miguel Diaz-Canel Bermúdez (DR)
Primeiro Vice-Presidente cubano, Miguel Diaz-Canel Bermúdez (DR)

O Primeiro Vice-Presidente cubano, Miguel Diaz-Canel Bermúdez, inicia terça-feira uma visita oficial de três dias a Angola, país com o qual a nação caribenha tem laços históricos de cooperação e de amizade, desde a luta de libertação nacional deste Estado africano.

O programa de visita do Ministério das Relações Exteriores indica para terça-feira um encontro com o Vice-Presidente da República, Manuel Vicente, na Cidade Alta e com o Presidente da Assembleia Nacional, Fernando da Piedade Dias dos Santos, na Assembleia Nacional, além da deposição de uma coroa de flores no Memorial Doutor António Agostinho Neto.

Para o segundo dia a agenda reserva um encontro de trabalho com o Ministro de Estado e Chefe da Casa Civil do Presidente da República, Edeltrudes Costa, no Ministério das Relações Exteriores, homenagem junto ao túmulo do comandante Raúl Dias Arguelles, no Cemitério do Alto das Cruzes, e visita à Sonangol. No mesmo dia vai ao encontro do secretário-geral do MPLA, na sede nacional do partido.

O dirigente cubano deixa Luanda no dia 19 (quinta-feira) ao meio-dia, mas antes estão previstas declarações à imprensa.

Angola e Cuba estabeleceram relações diplomáticas a 15 de Novembro de 1975 e um ano depois assinaram o Acordo Geral de Cooperação, que originou a Comissão Bilateral.

A cooperação abrange áreas como Parlamentos, Defesa e Segurança, Urbanismo e Habitação, Construção Civil e Obras Públicas, Sistema Judicial, Educação, Ensino Superior, Ensino Especial e o de Alfabetização, Energia, Transportes Aéreos, Ambiente, Cultura, Telecomunicações e Tecnologias de Informação, Indústria e Geologia e Minas.

Entre os principais acontecimentos de 2014, relativamente aos dois países, destaque para a visita oficial do Chefe de Estado angolano, José Eduardo dos Santos, em Junho, no âmbito do relançamento das relações bilaterais, e, na mesma senda a vinda a Angola, em Maio do mesmo ano, do Vice-Presidente do Conselho de Ministros da República de Cuba, Ricardo Cabrisas Ruiz.

Em Junho as duas repúblicas rubricaram, em Havana, capital cubana, um memorando de entendimento sobre a adjudicação de novas obras nas áreas de construção civil e obras públicas para o período 2014/2017.

O ano de 2013 ficou marcado pelo início dos voos semanais da transportadora aérea angolana (TAAG),em Maio, para Havana, no quadro da estratégia de crescimento da companhia a médio e longo prazo.

Um protocolo definindo os princípios, domínios e objectivos a nortear a cooperação foi assinado pelos parlamentos de Angola e de Cuba, em Luanda, em Julho de 2012, documento rubricado pelo então presidente em exercício do Parlamento angolano, João Lourenço, e pelo líder da Assembleia Nacional do Poder Popular de Cuba, Ricardo Alarcón de Quesada, no que constituiu o ponto alto da visita deste a Angola.

No campo cultural foi rubricado em Havana um acordo tendente ao reforço da cooperação técnica no ramo bibliotecário entre a Biblioteca Nacional José Marti e a congénere angolana, em Fevereiro de 2011, e coube a Luanda, dois meses depois, albergar a cerimónia de assinatura de um protocolo de cooperação para relançar e reforçar o intercâmbio cultural, pela ministra da Cultura, Rosa Cruz e Silva, e o seu homólogo cubano, Alberto Prieto.

A Liga de Amizade e Solidariedade para com os Povos (LAASP) e a Associação de Amizade Angola/Cuba (ASAC) organizaram em Setembro de 2010 o III encontro africano de solidariedade para com Cuba, com o objectivo é consolidar as relações de amizade entre os povos do continente berço e da ilha caribenha. (portalangop.co.ao)

DEIXE UMA RESPOSTA